Práticas de Gerenciamento do Risco

Controles de gerenciamento são fundamentais para identificar, avaliar e gerenciar riscos. Um programa de gerenciamento de riscos abrangente possui: programas de análise de riscos (guardados em um registro de riscos central), revisões regulares das exposições, auditorias dos controles e sistemas, relatórios de acidentes e processos de investigação e registros de ações para melhoria e auditorias.

O QUE PROCURAMOS?

Exposições

  • O tipo, quantidade e extensão da carga de fogo e materiais perigosos presentes e combinadas com a praticas de gestão inadequada pode causar ou contribuir para um incêndio.
  • Carga de incêndio ou materiais perigosos que representam um grau incomum (maior ou menor) de exposição para a ocupação se comparados com as expectativas normais da atividade.

Controles

  • Em qualquer proposta de alteração de processos, equipamentos ou edifícios, os mesmos são avaliados, revisados, documentados e implantados sistematicamente através de uma metodologia de análise de risco adequada (por exemplo, Análise de Risco Zurich – ZHA)
  • A atitude da alta gerência para a melhoria do risco é boa, com ação de melhoria do risco tomada de acordo com as melhorias indicados nos relatórios anteriores além de atitudes positivas de novas melhorias no risco.
  • Análises de acidentes e consequentes ações corretivas feita de forma eficaz.
  • Notificação de parada dos sistemas de combate a incêndio devidamente formalizado, assim com o retorno à operação dos mesmos.

IDEIAS PARA MELHORIA DO RISCO

  • Implantar um sistema de Análise de Riscos formalizado como parte de seu programa de gestão de riscos.
  • Implantar um sistema formal para capturar, detalhar acidentes e desenvolver uma cultura onde todos os funcionários são incentivados a relatar acidentes reais ou potenciais. O sistema deve captar os “quase acidentes” como incidentes para garantir que a ação seja tomada para evitar que eles se transformem em incidentes reais.
Fechar Menu