Corpo de Bombeiros & Suprimento de Água para combate a incêndio

Os corpos de bombeiros são da comunidade, do governo e de organizações operadas pela indústria e podem ser composto permanentemente por profissionais ou por equipes de voluntariado.

O suprimento de combate a incêndio é uma fonte de água (volume, vazão e pressão) fornecida a um local para fins de combate a incêndios. A água pode ser retirada de um reservatório ou tanque com bombas específicas, ou pode ser fornecida da rede pública.

O QUE PROCURAMOS?

Exposições

  • Altas exposições a incêndio podem ser o resultado da utilização de materiais combustíveis/inflamáveis no processamento, ou, mais comumente, através do armazenamento de grandes volumes (ou elevada alturas de armazenamento) de estoque combustível/inflamável
  • Materiais de construção combustíveis podem aumentar significativamente os riscos de incêndio em um local (por exemplo, madeira ou painéis sanduíche de espuma)
  • Exposição externa de incêndio às instalações pode ser significativa (por exemplo, armazenamento a céu aberto, edifícios vizinhos ou exposição a incêndios florestais)

Controles

  • O abastecimento de água deve ser capaz de atender a demanda esperada do local usando carrinhos de mangueira de incêndio, hidrantes e sprinklers (se instalados), e as necessidades do corpo de bombeiros em resposta a uma exposição a incêndio
  • Testes regulares e manutenção de hidrantes, bombas associadas e fornecimento de água, para garantir um alto nível de confiabilidade
  • Brigada de incêndio bem treinada com um número suficiente de equipamentos de combate a incêndio; mais de brigadista profissional na área com bom tempo de resposta

IDEIAS PARA MELHORIA DO RISCO

  • Estabelecer uma relação contínua com o corpo de bombeiros. Certifique-se de que os bombeiros estão familiarizados com o local. Envolva o corpo de bombeiros em quaisquer alterações de construção.
  • Convide o corpo de bombeiros para testemunhar e participar dos exercícios de evacuação regulares.
  • Forneça testes regulares e manutenção do fornecimento de água para manter o serviço adequado. Estes devem ser realizados por profissionais da brigada contratados e familiarizados com as exigências locais.
  • Teste de vazão/pressão do fornecimento de água devem ser realizados, pelo menos, a cada 12 meses. Verifique se o abastecimento de água atende às demandas de design por normas aplicáveis.
  • Realize a manutenção regular e testes das bombas de incêndio para garantir que elas irão funcionar com segurança e fornecer a demanda adequada de água em caso de incêndio.
  • Desenvolva um programa de autoinspeção para verificar se alguma válvula do sistema de combate a incêndio está travada com cadeado na posição aberta ou eletronicamente vigiada para assegurar a disponibilidade de fornecimento de água de incêndio.
  • Analise os requisitos de abastecimento de água quando houver uma mudança na carga de incêndio local (por exemplo, uma mudança na construção ou condições do local, tais como disposições de armazenamento ou de produção).
  • Localize um hidrante nas posições que permitem o acesso pelo Corpo de Bombeiros durante emergências e que estejam nas proximidades a todas as áreas que necessitam de cobertura.
  • Forneça o endereço correto do local no ponto de entrada para os serviços de emergência.
  • Forneça uma lista alfabética atualizada de todos os produtos perigoso como as fichas de segurança de produtos químicos (FISPQ) nas portarias ou em outros pontos de entrada do serviço de emergência.

Fontes

Normas NFPA
NFPA 20, Standard for the Installation of Stationary Pumps for Fire Protection
NFPA 22, Standard for Water Tanks for Private Fire Protection
NFPA 24, Standard for the Installation of Private Fire Service Mains
NFPA 25, Standard for the Inspection, Testing & Maintenance of Water-Based Fire Protection Systems
NFPA 291, Recommended Practice for Fire Flow Testing and Marking of Hydrants
NFPA 1620, Recommended Practice for Pre-Incident Planning

Fechar Menu